Ginástica Acrobática

acro1.jpg

A Ginástica Acrobática teve origem nas artes circenses e, neste momento, é a disciplina competitiva com maior número de filiados da FGP. Portugal vê-se em destaque a nível internacional tendo já arrecadado várias medalhas a nível europeu e mundial.

 

Existem 5 categorias na Acrobática: Pares Femininos constituída por duas raparigas, um base e um volante, os Pares Mistos constituído por um rapaz que é o base e uma rapariga como volante, Pares Masculinos com dois rapazes, Grupos Femininos constituídos por três raparigas e, por último, os Grupos Masculinos constituídos por quatro rapazes.

 

Apesar de todos serem constituídos de forma diferente, realizam 3 tipos de exercícios: Equilíbrio, Dinâmico e Combinado. No Equilíbrio os ginastas realizam elementos vulgarmente chamados de forças combinadas, tendo que manter cada posição durante 3 segundos. No Dinâmico, os ginastas realizam elementos com fase de voo, por exemplo mortais e que podem ser combinados com piruetas, podendo ser interligados entre si, e por último o Combinado que agrupa as características dos dois anteriores.

 

Os exercícios são executados com acompanhamento musical, exigindo aos ginastas uma expressão corporal e facial harmoniosa, perfeitamente sincronizados com a música. A disciplina requer diversas características nomeadamente coragem, força, coordenação e flexibilidade.

acro2.jpg